Participações em sociedades concessionárias

O lançamento de grandes concursos de obras públicas em regime de conceção, construção e concessão, levaram a Teixeira Duarte a realizar, desde esta altura e até aos dias de hoje, grandes empreitadas e a ter participações em entidades como a SCUTVIAS – Autoestrada da Beira Interior, S.A., a CPE – Companhia de Parques de Estacionamento, S.A., a INDÁQUA – Indústria e Gestão de Águas, S.A., a LUSOPONTE - Concessionária para a Travessia do Tejo, S.A., e mais tarde, a SATU-OEIRAS - Sistema Automático de Transporte Urbano, E.M., S.A., a MTS - Metro Transportes do Sul, S.A., a AEDL - Auto-Estradas do Douro Litoral, S.A., a AEBT - Auto-Estradas do Baixo Tejo, S.A. e a TDHOSP - Gestão de Edifício Hospitalar, S.A..

Atuação na área do Meio-Ambiente

Ainda em 1995, deu-se o início da atividade na área de Meio Ambiente, com a aquisição de uma participação maioritária na sociedade então denominada “RECOLTE – Recolha, Tratamento e Eliminação de Resíduos, S.A.”.

O Grupo Teixeira Duarte atuaria neste setor em Portugal, Espanha e Angola, essencialmente nas áreas da conceção e operação de sistemas de limpeza e higiene urbana, em sistemas de gestão de resíduos sólidos urbanos, industriais e hospitalares, na construção e manutenção de jardins e espaços verdes, construção de equipamentos e de centrais de tratamento e gestão de resíduos e, ainda, na limpeza de praias e zonas costeiras e manutenção de bosques e respetivas vias de comunicação.

Esta foi uma área de atuação que foi gradualmente consolidada e otimizada pelo Grupo, atingindo um total de mais de 1.000 colaboradores, mas que em 2016 deixou de ser considerada como estratégica para o desenvolvimento da atuação futura da Teixeira Duarte e, em 2019, foi celebrado o último contrato com vista à cessação da sua atividade neste âmbito.

X