Em 1987, a Teixeira Duarte procedeu à transformação da Sociedade para a forma anónima, com forte aumento de capital e alteração da denominação para a atual “Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A.”, procedendo-se também à abertura do capital da empresa aos colaboradores e a uma nova organização interna através da criação dos Centros de Exploração e de Direções Centrais.

A “Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A.” viria a ser a sociedade de topo do Grupo Teixeira Duarte até 2010, data em que no âmbito de uma reorganização societária se constituiu a ""Teixeira Duarte, S.A."", permitindo que aquela outra se focasse na atividade central de construção.

Ainda em 1987, destaque também para o arranque das obras do Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa, obra de grande dimensão e elevada complexidade técnica para a qual a Teixeira Duarte participaria nas três fases ao longo dos vários anos de execução da mesma.

A Teixeira Duarte foi líder no consórcio celebrado com os espanhóis da Huarte, S.A. para a construção da Ponte Internacional sobre o Rio Guadiana.

X