A Teixeira Duarte foi acionista fundadora do “Banco Comercial Português, S.A.” em 1985, tendo vindo progressivamente a acompanhar sucessivos aumentos de capital e a reforçar a sua participação estratégica. Em 2010 assumiu a posição da maior acionista nacional do Banco e a segunda maior em termos globais, com 6,9% do respetivo capital social.

Posteriormente, a posição relativa da Teixeira Duarte no capital do BCP foi diminuindo, sendo que, em 2013, baixou dos 2%, deixando, nessa circunstância, de ser considerada participação qualificada.

Ainda em 1985 iniciou-se a obra plurianual da construção da Ponte Ferroviária sobre o Rio Douro e respetivos acessos, através do FERDOURO ACE, que a Teixeira Duarte integrou com outras empresas, tendo lugar também a construção de edifícios escolares e a reabilitação de edifícios para instalação de agências bancárias, numa fase de crescimento comercial dos Bancos, em Portugal.

Iniciou-se a construção, na Autoestrada do Norte, do sublanço Águeda-Albergaria e depois, em 1986, do Nó de Coimbra Sul. Mais tarde, em 1988, construção dos troços Aveiras de Cima/Santarém/Torres Novas.

X