Teixeira Duarte celebra contrato para execução de obra rodoviária no Brasil

A “TEIXEIRA DUARTE, S.A.” informa que um consórcio integrado pela sua participada indireta a 100% “EMPA, S.A. Serviços de Engenharia”, recebeu, no dia 13 de março de 2018, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, o contrato para “Elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia e execução das obras de duplicação, implantação de vias laterais, adequação de capacidade, restauração com melhoramentos e obras de artes especiais, na rodovia BR-116/BA, Lote 06”, a serem desenvolvidos entre o Km 387,41 e o km 427,75, totalizando 40,34 km de extensão.

Estão em causa projetos nas disciplinas Geometria, Terraplenagem, Interseções e Acessos, Drenagem e Obras de Artes Correntes, Pavimentação, Obras de Artes Especiais, Componente Ambiental, Paisagismo, Iluminação, Sinalização, Desapropriação, Obras Complementares e Soluções de Interferências.

Os serviços de duplicação serão executados em 36,9km, sendo que os serviços de restauração serão desenvolvidos em 43,78km, incluindo interseções e acessos. Serão implantadas 28 Obras de Artes Especiais, sendo 2 pontes, 14 viadutos e 12 passarelas. A empreitada considera ainda a reabilitação de 2 Obras de Artes Especiais, sendo 1 ponte e 1 viaduto.
O prazo previsto para execução da obra é de 1350 dias e o valor da empreitada é de 297 milhões de reais, correspondentes a 74 milhões de euros, dos quais a “EMPA, S.A. Serviços de Engenharia” tem uma participação de 45%, ou seja, o equivalente a 33,3 milhões de euros.

Setor da Construção cresce no Brasil
O Brasil é um mercado em que o Grupo Teixeira Duarte começou a trabalhar em 2006, data desde a qual mantém importantes operações imobiliárias em São Paulo, tratando-se de um mercado em que a sua atuação no setor da Construção tem registado um importante crescimento refletido na execução de diversas empreitadas de naturezas diferentes em vários estados deste país, tanto na área da geotecnia e fundações e da metalomecânica (Reabilitação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis), como das edificações (Unidade IV do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio Janeiro) e em particular das Infraestruturas, destacando-se neste âmbito a Duplicação da Estrada de Ferro Carajás, no Pará, e a Infraestrutura On Shore do Porto do Açu, no Rio de Janeiro.