barragem itabiruçu brasil

Teixeira Duarte celebra contrato para execução de alteamento de barragem no Brasil

A “TEIXEIRA DUARTE, S.A.” informa que a sua participada indireta a 100% “EMPA, S.A. Serviços de Engenharia” assinou, no dia 26 de março de 2018, com a empresa “VALE S.A.”, o contrato de “Empreitada total para a execução de obras civis para alteamento do maciço da Barragem Itabiruçu até elevação 850 metros, no município de Itabira/MG, com fornecimento de materiais”.

A Barragem Itabiruçu foi implantada para a deposição dos rejeitos gerados na planta industrial da Mina de Conceição, no município de Itabira/MG. A estrutura consiste num aterro em solo compactado, com sistema de drenagem interna (filtro e tapete sanduíche). A empreitada contempla o alteamento da Barragem da cota 836 para 850 metros, movimentando cerca de 2,7 milhões de metros cúbicos de solo para aterro, aumentando assim a capacidade de armazenamento do rejeito de minério de ferro, proveniente da Mina de Conceição.
O valor da empreitada é de R$ 109 milhões de reais, correspondentes a 26,6 milhões de euros, dividido em duas Ordens de Serviço, a primeira no valor de 13,5 milhões de reais, correspondentes a 3,3 milhões de euros e prazo de 170 dias, e a segunda, no valor de R$ 95,5 milhões de reais, correspondentes a 23,3 milhões de euros e prazo de 514 dias.

Setor da Construção cresce no Brasil
O Brasil é um mercado em que o Grupo Teixeira Duarte começou a trabalhar em 2006, data desde a qual mantém importantes operações imobiliárias em São Paulo, tratando-se de um mercado em que a sua atuação no setor da Construção tem registado um importante crescimento refletido na execução de diversas empreitadas de naturezas diferentes em vários estados deste país, tanto na área da geotecnia e fundações e da metalomecânica (Reabilitação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis), como das edificações (Unidade IV do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio Janeiro) e em particular das Infraestruturas, destacando-se neste âmbito a Duplicação da Estrada de Ferro Carajás, no Pará, e a Infraestrutura On Shore do Porto do Açu, no Rio de Janeiro.