obra maritima construcao abrigo zona piscatoria de angeiras matosinhos

Teixeira Duarte assina contrato de “Construção da Obra Marítima de Abrigo na Zona Piscatória de Angeiras”

No passado dia 2 de maio, a Teixeira Duarte – Engenharia e Construções S.A. (TD-EC), através da sua área de Geotecnia e Reabilitação, assinou com a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Recursos Marítimos (DGRM), um contrato para a “Construção da Obra Marítima de Abrigo na Zona Piscatória de Angeiras em Matosinhos”.

O valor da empreitada é de aproximadamente 3,1 milhões de euros, tendo um prazo de execução previsto de 18 meses, que inclui uma paragem de 6 meses durante o inverno, prevendo-se o seu início durante o terceiro trimestre deste ano.

A obra consiste na construção de um quebra-mar com um comprimento aproximado de 450 metros, que será fundado sobre afloramentos rochosos, com estrutura clássica constituída por prisma de enrocamentos ToT (todo o tamanho) revestido por submantos e por mantos também em enrocamentos selecionados e, na cabeça, protegido por blocos Antifer de 100 kN. O coroamento será constituído por uma estrutura de betão simples em cuja cabeça será instalado um Farolim.

Geotecnia e Reabilitação: uma área “core” na atuação da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A.

A Geotecnia e Reabilitação é a área de atuação da TD-EC que abrange a Geotecnia e Fundações e a Reabilitação, bem como a Direção de Projetos que, para além de concentrar um núcleo de engenharia e investigação de referência na empresa e no mercado, coordena ainda as Obras Marítimas, com capacidade para executar diversos tipos de obra, tais como portos comerciais, de pesca e de recreio náutico, construção e reabilitação de proteções costeiras, tais como molhes, esporões, praias artificiais e obras de defesa aderentes, aterros hidráulicos, emissários e ainda operações de dragagem. Este Centro de Exploração coordena ainda a implementação do sistema BIM (“Building Information Modeling”) no âmbito de todo o Grupo Teixeira Duarte.

A atuação da Teixeira Duarte nesta área é caracterizada por intervenções em projetos de elevada complexidade técnica e dimensão, tanto em empreitadas públicas como privadas, contando com recursos humanos altamente especializados e tecnicamente preparados, apoiados por equipamentos próprios de vanguarda tecnológica. A atividade desenvolvida na área da Geotecnia e Reabilitação da TD-EC registou em 2017 um aumento significativo dos proveitos totais, tendo-se alcançado o valor de cerca de 78,8 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 57,4% relativamente ao exercício de 2016.